apresentado por

Electrolux

Homepedia
Veja o que fazer para tornar a casa mais segura e evitar quedas e acidentes

Casa segura para idosos: saiba como aumentar a acessibilidade e bem-estar

Veja o que fazer para tornar a casa mais segura e evitar quedas e acidentes


Robson Gonzales, diretor executivo da Arpa Acessibilidade,

Com a chegada da melhor idade, os idosos precisam de uma casa mais funcional para atender às necessidades do momento. Homepedia convidou Robson Gonzales (na foto à esquerda), diretor executivo da Arpa Acessibilidade, escritório de arquitetura especializado em projetos acessíveis, para trazer algumas dicas sobre o que prestar atenção para tornar a casa segura para o idoso.







 

Tapetes

Da decoração a sapateira, algumas mudanças fazem a diferença. Tire do armário os sapatos escorregadios, de solado liso. Os tapetes também devem ser removidos, já que podem causar escorregões. “Caso deseje mantê-los, pode-se utilizar tela antiderrapante para tapetes ou fixar sua pontas no chão.”

Tapetes escorregadios podem causar quedas em idosos

 

Acessibilidade no banheiro

Por causa da água e sabão, o banheiro torna-se o ambiente mais arriscado. Por isso, fixe barras de segurança próximo ao chuveiro e ao vaso sanitário. Além de servirem como um apoio enquanto o idoso está em pé, também ajudam no momento de levantar. Você pode encontrá-las em lojas de materiais para construção, assim como corrimão para banheiro e escadas.


“É muito importante que o piso do box e da área externa do banheiro sejam antiderrapantes. Às vezes a substituição do piso existente é inevitável. Quando há dificuldade para levantar ou sentar, coloque adaptadores nos vasos sanitários para aumentar a altura do assento do vaso. O box deve ser fechado com material inquebrável e porta de correr ou, se não for possível, cortina plástica. A porta deve ser alargada para no mínimo 80 cm de vão.”

É importante que os banheiros tenham apoios para que o idosos se segure

 

Pisos, escadas e desníveis

O piso é um elemento que deve receber muita atenção. Se houver desníveis e escadas, como em um sobrado, o ideal é trazer para os ambientes térreos o que o idoso costuma usar no dia-a-dia para evitar subidas desnecessárias. Se o revestimento do piso for escorregadio, vale a pena investir em um piso antiderrapante ou fitas especiais para colar nas extremidades e evitar quedas, como nas escadas.


“Em casas com escadas, deve-se instalar um elevador ou cadeira elevador para acesso ao pavimento superior. Quando não for possível, deve-se instalar corrimãos nos dois lados da escada e fitas antiderrapantes nos degraus, preferencialmente em cor contrastante ao piso para facilitar a identificação dos degraus.”
Fitas antiderrapantes tornam degraus mais seguros

 

Altura certa

Armários e prateleiras devem ser colocados em uma altura ideal para que o idoso não precise usar uma escada para acessá-los. Deixe o espaço vazio ou use para guardar coisas que ele não usa com frequência. A cama o colchão também devem ter uma boa altura em relação ao chão, ou seja, a pessoa deve conseguir subir e descer da cama facilmente. Segundo Robson, a altura média ideal do colchão até o piso é de 45 cm.

Os móveis devem ter uma altura proporcional a do idoso para que ele consiga se locomover sem dificuldade

 

Elementos que ajudam

Alguns detalhes podem tornar a rotina do idoso mais simples. Um interruptor de luz ao lado da cama, por exemplo, evita que ele caminhe no escuro. Os fios de eletrônicos escondidos com canaletas ou fixados atrás dos móveis previnem tropeços, assim como retirar móveis de centro, como mesinhas. Robson também traz mais algumas dicas para tornar a casa segura e confortável para os idosos:

 

  • Fixar abajures na mesa ou parede;
  • Ter armários com portas leves e cabideiros baixos;
  • Gavetas com trava de segurança, prateleiras com luz inteira ao abrir a porta e puxadores do tipo alça;
  • Dê preferência por arandelas na iluminação, pois o idoso tende a subir em bancos e cadeiras para trocar lâmpadas queimadas;
  • Tudo o que a pessoa utiliza no dia-a-dia (armários de cozinha e quartos) deve estar em altura acessível: no mínimo 50 cm de altura e no máximo 1,20 m;
  • Evite móveis soltos como mesinhas de centro e banquinhos. Os móveis preferencialmente devem ter os cantos arredondados;
  • Colchões e sofás com espuma com densidade maior que 28 são mais confortáveis.

Veja mais relacionados

    Produto 1
    Sustentabilidade

    5 dicas para construir uma casa mais sustentável

    Produto 1
    Quarto

    Como decorar quarto de casal com personalidade e conforto

    Produto 1
    Sala

    Como escolher o aspirador de pó ideal para sua casa?

Publicidade Publicidade Home

Mais Lidas