apresentado por

Electrolux

Quarto de bebê planejado: 6 coisas que o projeto precisa ter

Aprenda o que você deve pensar para garantir conforto e segurança nos primeiros dias de vida do seu filho


Personal organizer Patricia ReisAntes da chegada do bebê, os pais já pensam nas cores e tema do quarto. Mas, além destes detalhes, o espaço deve ser seguro, confortável e organizado. Para nos ajudar nessa tarefa, seja em um quarto de bebê planejado ou não, convidamos a organizer Patrícia Reis, que, além de dicas de organização e decoração, recomenda os móveis e revestimentos ideais. Confira:

1. Antes de montar


O primeiro passo rumo à decoração do quarto de bebê, segundo Patrícia, é pesquisar referências em sites e revistas, já que eles podem te ajudar a definir o estilo e tema do ambiente, além das cores, o tipo dos móveis e a iluminação.

Ela também considera importante fazer o planejamento financeiro e um cronograma para ele estar pronto antes do bebê nascer. “Se possível, o quarto deve ser projetado com um arquiteto e decorador, o que facilita muito na hora de tirar o projeto do papel. Hoje, na maioria das lojas de móveis de bebê, é possível fazer um projeto gratuito”, conta.

Mulher grávida e homem olham abraçados para um tablet

2. Tipo de móveis


É necessário pensar no custo-benefício. Se há planos de ter mais filhos, vale investir em materiais de boa qualidade e adaptáveis, como berços que viram camas e armários com bastante espaço. Patrícia diz que, apostando em cores neutras, você não terá problemas para reutilizar os móveis. Não se esqueça da cômoda com trocador e de uma poltrona de amamentação.

Cômoda de bebê organizada

3. Revestimentos


Quanto menos acúmulo de pó um revestimento tiver, melhor. Isso evita alergias e problemas respiratórios. Para as paredes, a organizer indica um papel de parede - escolha um que seja prático e tenha a estampa que mais te agrada.

“Para os pisos, há os laminados de madeira e o vinílico que, além de aconchegantes, são fáceis de limpar. Para o teto, um projeto de iluminação é necessário e pode trazer opções como pontos de luz indireta para as horas de cuidado noturno com o bebê. Instalar um dimmer no interruptor também é uma ótima dica para regular a intensidade da luz”. 

Quarto de bebê com parede azul e decorado com nuvens

4. O que não pode faltar?


“É importante que os pais tenham definido um projeto que atenderá todas as necessidades deste bebê até as próximas fases de vida”, afirma Patrícia. Pense em armários, gavetas e prateleiras que comportem roupas, brinquedos e material escolar. As cores das paredes e móveis em tons neutros também podem acompanhar a infância da criança.

Quarto de bebê com barraca de tecido e móveis claros

5. Como manter o espaço sempre organizado?


Para mantê-lo sempre em ordem, tenha um lugar definido para guardar cada item. Dessa forma, a rotina de cuidados dos pais com o bebê será mais fácil.

“Cabides, caixas, cestos, colmeias e nichos ajudam muito a trazer ordem. As caixas fazem o papel de gaveta, podendo ser utilizadas para guardar itens de menor uso, como peças de praia, inverno, acessórios de cabelo, recordações, brinquedos e materiais escolares (quando a criança crescer). Os cestos auxiliam para que todas as peças ou itens de higiene, pequenos ou médios, fiquem separados por tipo. As colmeias  organizadoras têm o papel fundamental de estruturar a roupa, facilitando a retirada da peça dentro da gaveta.”

Gaveta de quarto de bebê organizada

6. Como definir as cores e o estilo da decoração?

Devem ser consideradas as tendências de decoração mas, também, o gosto dos pais. “O quarto do bebê precisa ser funcional e seguro, composto por cores neutras e suaves, transmitindo a sensação de paz e tranquilidade". finaliza.

Quarto de bebê planejado com decoração de móveis claros

Veja mais relacionados

Publicidade Publicidade Home

Mais Lidas