apresentado por

Electrolux

Homepedia
Chef fala sobre reaproveitamento de alimentos e sua relação com a comida

Alimentação saudável: Morena Leite conta como ter uma cozinha mais sustentável

Chef fala sobre reaproveitamento de alimentos e sua relação com a comida

chef-morena-leiteConhecida como uma das pioneiras na alimentação saudável e sustentável no Brasil, a chef Morena Leite, dos restaurantes Capim Santo e Santinho, do Grupo Sagrado, tem uma relação muito particular com a comida. Criada em Trancoso, quando a vila de pescadores ainda era desconhecida no mapa turístico, ela aprendeu com os pais a plantar, colher e cozinhar aquilo que tinha no quintal de casa.

Com o passar dos anos e após uma formação gastronômica em Paris, na Le Cordon Bleu, hoje, Morena é uma das chefs brasileiras que modernizou a gastronomia nacional e passou a repensar nossos ingredientes regionais, por meio de novas maneiras de utilizá-los. Uma das porta-vozes do projeto Gastronomia Sustentável, dirigido pela Electrolux Food Foundation, ela fala sobre a importância de mudarmos a maneira com que nos relacionamos com a comida:

Cozinha sustentável

“Acima de tudo, é preciso ter consciência de que todos os atos envolvidos na nossa alimentação causam um impacto muito grande na sociedade e no mundo ao redor”, diz Morena.

A cadeia alimentícia gera uma rede imensa de conexões e o que você come está ligado a um produtor (atrelado ou não a uma indústria), e todo o processo alimentício tem gastos de energia e geração de resíduos, tanto antes como depois de seu consumo. “Por isso é tão importante irmos em busca de alimentos locais e sazonais, isso gera um ciclo muito mais responsável."

Alimentos sem desperdício

Uma maneira de tornar a culinária mais sustentável é aproveitando os alimentos em sua totalidade: da casca à polpa, sem deixar as sementes e os talos de lado. Para Morena, a abóbora é um ótimo exemplo de alimento completo, “Podemos comer suas sementes como petiscos ou até extrair leite delas”, explica. Sua polpa pode ainda ser base de sopas, molhos, pães, croquetes e massas frescas.

Por um mundo melhor

“Para mim, comer é como rezar. Tem um poder muito forte, porque mexe com as emoções e memórias afetivas das pessoas. Então acredito no poder da gastronomia de mudar a consciência das pessoas para um mundo melhor, menos poluído e mais gentil. Comida é um canal de comunicação para a transformação social”, acredita a chef.

Gastronomia consciente

“É preciso ter cada vez mais consciência e clareza na comunicação sobre alimentação sustentável para chegarmos em um momento onde teremos menos lixo na cozinha”, diz Morena. Segundo ela, a conscientização de como podemos transformar a gastronomia é a porta de entrada para um futuro com mais responsabilidade.

tigela com leite e cereais

Publicidade Publicidade Home

Mais Lidas