apresentado por

Electrolux

Homepedia
Além de decorar o ambiente, elas ajudam a regular a iluminação e a temperatura. Entenda mais as característica

Cortina para sala: saiba como escolher o modelo ideal

Além de decorar o ambiente, elas ajudam a regular a iluminação e a temperatura. Entenda mais as características e o que considerar na escolha de uma cortina

Sofá, rack, pintura das paredes, quadros, almofadas… Planejar a sala de estar é sempre uma aventura deliciosa para quem está de mudança ou apenas quer dar uma arejada no ambiente. Todos esses detalhes são importantes, claro; mas quem fecha com chave de ouro a decoração são as cortinas para a sala.

Elas não só complementam o visual como também garantem um clima aconchegante, pois controlam a incidência de luz e ajudam no conforto térmico do ambiente. Mas para atender a esses requisitos básicos, alguns detalhes sobre as cortinas em relação a cor, tipo de material e tamanho precisam ser levados em conta. Veja a seguir dicas para se dar bem na escolha da cortina para a sala e confira fotos inspiradoras.

Características básicas

São tantas opções de cortinas diferentes que escolher o modelo ideal parece tarefa de outro mundo. A gente te ajuda com isso: a dica é começar prestando atenção aos detalhes básicos da cortina, para evitar imprevistos e frustrações na hora da escolha.

Comece, portanto, avaliando o tamanho das suas janelas. É interessante que as cortinas sejam pelo menos 20 centímetros mais largas que as janelas, dos dois lados. Esse cuidado garante a melhor cobertura das laterais, evitando que a luz escape por esses cantinhos e atrapalhe a sessão de cinema durante o dia.

Cortina cobrindo toda a janela da salaNo projeto do escritório Luiz Paulo Andrade Arquitetos, a cortina cobre toda a área da janela. (Crédito: Evelyn Müller)

Também é bacana considerar uma cortina que vá até o chão, desde o teto ou um pouco acima da janela. Quanto mais alta ela for, maior é a sensação de amplitude da sua sala. É uma saída interessante para quem tem um espaço compacto, por exemplo, e precisa de alguns truques para deixar o apê ou a casa parecendo maior. 

Cores e tecidos

Na hora de escolher o tecido das cortinas para a sala, vale lembrar que elas devem trabalhar em conjunto com as janelas. Por isso, a estrutura de ambas devem conversar: janelas muito amplas e que deixam entrar muita claridade, por exemplo, pedem cortinas um pouco mais densas e com tecidos estruturados.

Projeto de sala com almofadas coloridas, das arquitetas Paula Passos e Danielle DantasTecidos leves e translúcidos criam uma atmosfera suave neste projeto das arquitetas Paula Passos e Danielle Dantas. (Crédito: Leandro Farchi)

Já no caso de janelas mais simples, que não favorecem a iluminação natural, cortinas fluidas e leves funcionam melhor, uma vez que não comprometem a incidência de luz e mantêm o ambiente mais arejado. É o caso de cortinas feitas de linho, que passam uma sensação de leveza e conforto na medida certa.

Quanto às cores das cortinas para a sala, você é quem manda. Lembre-se apenas de que, com cortinas de cores neutras, fica muito mais fácil trabalhar os outros elementos da decoração, como sofá, almofadas, tapetes e quadros. Também é interessante que a cortina siga o mesmo estilo da sala, que pode ser minimalista, retrô, rústico ou colorido.

Blackout e persiana: quando escolher

Além das cortinas para a sala tradicionais, existem dois outros tipos merecem estar no seu radar: as persianas e as cortinas blackout. Cada uma conta com vantagens e funcionalidades específicas, que variam de acordo com a sua necessidade.

Para quem quer uma sala com clima de cinema, a cortina blackout é a mais indicada. Ela consegue bloquear completamente a entrada de luz, deixando o ambiente mais escuro e confortável para assistir televisão. Já as persianas dão um toque moderno à decoração da casa e são fáceis de limpar. 

Projeto de sala com persianas de madeira, do escritório Piloni ArquiteturaDo escritório Piloni Arquitetura, este projeto ganhou persianas de madeira e, de quebra, um astral bem praiano

Independentemente da sua vontade, deixe para escolher as cortinas da sala por último quando estiver decorando o ambiente. Dessa forma, você consegue optar por um modelo que converse com a decoração como um todo, sem arrependimentos!

Veja mais relacionados

    Produto 1
    Sala

    10 dicas de como decorar uma sala pequena

    Produto 1
    Sala

    Sala de estar: 10 tendências de decoração que estão em alta

    Produto 1
    Sala

    Gallery wall: dicas preciosas para montar composições de quadros para decorar a sala