apresentado por

Electrolux

Homepedia
Versáteis, elas ajudam a proteger os ambientes do sol e combinam com todos os estilos de decoração

Como escolher a persiana ideal? 7 dicas para você se inspirar

Versáteis, elas ajudam a proteger os ambientes do sol e combinam com todos os estilos de decoração

As persianas saíram dos ambientes corporativos e ganharam versões mais aconchegantes para habitarem as nossas casas. Além de serem práticas, elas são uma boa saída para moradores alérgicos porque acumulam menos pó do que as cortinas de tecido. De preços e estilos variados, há opções para todos os gostos, como a persiana vertical, horizontal, do tipo rolô, romana, e de diversos materiais, como pvc, madeira e até cortina de bambu.

Se não quiser investir muito dinheiro em uma persiana, você pode comprar um modelo pronto, mas se a sua janela tiver um tamanho maior, ou seja, fora do padrão ou quiser algo personalizado, encomende sob medida. Mas, entre tantas opções, como escolher o modelo ideal? Confira abaixo o que você precisa levar em conta na hora de escolher a sua.

Sala de estar com persiana, piso de porcelanao e poltronasSala projetada pela designer de interiores Cristina Barbara (Crédito: Romulo Fialdini)

1. Pense na finalidade

A ideia é só decorar, escurecer completamente, ter privacidade ou controlar a luminosidade? Cada modelo de persiana serve para um objetivo diferente. Por isso, avalie as necessidades de seu ambiente, antes de tudo.

2. Instalação 

Paredes de drywall ou madeira podem não aguentar a instalação de persianas pesadas. Fique atento a isso ao escolher o material da sua!

3. Medidas

Se a instalação for embutida na janela, a cortina deve ter o mesmo tamanho da abertura. Mas, se ultrapassar os limites da janela, a recomendação é avançar 10 cm para cada lado (a mesma medida vale para acima e abaixo). Quanto ao comprimento, portas e janelas grandes pedem persianas longas. Em janelas pequenas, o comprimento curto funciona bem.

4. Controle da luminosidade

Se o espaço recebe muita insolação e você precisa proteger o mobiliário durante algumas horas do dia, opte por um modelo corta-luz, como blackout ou rolô. As persianas verticais, que podem ser de PCV ou tecido, ou as de painéis também são indicadas para esta finalidade.

5. Acione com um clique

Todas as persianas podem ser motorizadas e acionadas por um controle remoto ou interruptor. O motor fica embutido no trilho superior. Como esse conforto tem um preço, o investimento vale a pena quando se trata de janelas grandes e altas.

Canto da sala com persiana e poltronas brancasProjeto da designer de interiores Jóia Bergamo

6. Conheça os materiais


Alumínio:
tradicional em persianas horizontais, o material está disponível em muitas cores, que se adaptam aos mais diversos estilos de projetos. Além disso, pode ser limpo facilmente, por isso, vai bem em cozinhas, por exemplo.

Madeira: é indicada para persianas horizontais e garante um toque aconchegante aos ambientes. Por isso, em livings e quartos ficam incríveis, já que vedam bem a luminosidade quando fechadas.

Bambu: um material sustentável que cai como uma luva em decorações mais despojadas, com uma pegada oriental ou hippie. Imagine que charmoso ter cortinas de bambu em uma casa de praia, por exemplo.

Tecidos: o sintético garante mais durabilidade às persianas. Já os naturais, como linho e algodão, sofrem mais com a insolação, mas possuem maior variedade de cores e texturas.

Tela solar: ideal para as persianas do tipo rolô, podem ser blackout ou translúcidas. Boa opção para varandas porque resistem bem aos raios solares.

7. Conheça os tipos


Romana:
são módulos de tecido estruturados com varetas, que recolhem-se em gomos e formam um volume na parte de cima. Indicada para salas e quartos e necessitam de, no mínimo, 40 cm entre janela e teto.

Quarto com cama azul e persiana de telaQuarto assinado pela designer de interiores Cristina Barbara com persiana do tipo romana

Rolô: a tela é recolhida para cima e deixa a vista do exterior totalmente livre. Por isso, são muito usadas em varandas, com tela solar, mas também podem ser instaladas em sala, quarto, cozinha e escritório. Ou seja, é um modelo bem versátil.

Sala com persiana no estilo painelOutro canto da sala projetada pela designer de interiores Cristina Barbara (Crédito: Romulo Fialdini)

Horizontais: ideal para áreas de serviço e ambientes sociais (as verticais ficam reservadas para escritórios, ok?) porque facilitam o controle da luminosidade com o abre e fecha de suas lâminas.

Sala de jantar com persiana de madeira
Do escritório Piloni Arquitetura, este projeto ganhou persianas de madeira e, de quebra, um astral bem praiano

Silhouete: feita de tecido, combina sofisticação e funcionalidade e geralmente estão disponíveis na cor branca. Formada por lâminas horizontais, entre duas telas transparentes, são ideais para salas de estar, jantar e quartos.

Quarto com persiana silhoueteNo quarto projetado pelo escritório Andrade & Mello Arquitetura, a persiana do estilo silhouete fica sob a cortina (Foto: Luis Gomes)

Veja mais relacionados

    Produto 1
    Sala

    Cortina para sala: saiba como escolher o modelo ideal

    Produto 1
    Sala

    10 dicas de como decorar uma sala pequena

    Produto 1
    Sala

    Gallery wall: dicas preciosas para montar composições de quadros para decorar a sala

Publicidade Publicidade Home