apresentado por

Electrolux

Homepedia
Veja as dicas das arquitetas do Estúdio UVVA para você decorar um quarto infantil para as diferentes fases de

Como decorar quarto de criança?

Veja as dicas das arquitetas do Estúdio UVVA para você decorar um quarto infantil para as diferentes fases de crescimento

Pensar num quarto para as crianças pode ser uma tarefa complicada: como criar um ambiente lúdico, seguro e que sirva para as diferentes fases de crescimento?

As arquitetas Barbara Rossi, Gabriela Hipólito e Juliana Flauzino, do Estúdio UVVA.

 Para te ajudar nesse momento de dúvidas, conversamos com as arquitetas Barbara Rossi, Gabriela Hipólito e Juliana Flauzino, do Estúdio UVVA, que nos deram dicas especiais para montar um quarto de criança divertido e funcional.

Como montar um quarto de criança para todas as fases?

Crianças crescem rápido demais: hoje eles amam animais falantes e amanhã já estão numa fase que só querem saber de animes, por isso o quarto precisa ser um ambiente perene, que consiga passar por essas mudanças junto ao crescimento dos pequenos.

A dica das arquitetas é “usar os elementos lúdicos e infantis nos objetos decorativos, na pintura e roupas de cama, por permitirem a substituição com mais facilidade”.

detalhe-nicho-quarto-criancaEsse projeto do Estúdio UVVA mostra bem como os brinquedos podem ser utilizados como objetos decorativos, de fácil acesso à criança. Foto: Manu Oristanio.

Para as questões mais estruturais do quarto, elas sugerem “posicionar o berço ou a mini cama num lugar que no futuro caiba uma cama de solteiro, para que no momento da troca não necessite uma reforma nos armários ou peças mais fixas do quarto. Sendo assim é legal usar uma marcenaria que fique por mais tempo com cores e acabamentos neutros”.

Quarto de criança planejado com armários em azul e abajur amarelo.Nesse projeto também do Estúdio UVVA, o azul dos armários dá o charme, que contrasta com o amarelo do abajur. Foto: Manu Oristanio.

Cores e brinquedos na decoração infantil

Para as cores, Barbara, Gabriela e Juliana são claras: não há regras pré-estabelecidas. Elas explicam que a paleta de cores do quarto deve nascer das cores favoritas da criança, não se prendendo a tons claros por ser um quarto infantil e nem se limitando a uma única cor, pelo contrário, a mistura pode tornar o ambiente mais lúdico.

 Quarto planejado de criança com cores pastéis na parede e uma barraca ao lado da cama Com cores delicadas, esse quarto tem como estrela a cabana que serve para brincadeiras. O projeto das arquitetas do Estúdio UVVA ainda inclui diferentes detalhes cheios de charme. Foto: Manu Oristanio.

Elas ainda afirmam que “brinquedos são a alma do quarto infantil, por isso devem estar à vista e num lugar de fácil acesso para a criança. É legal fazer nichos abertos, que servem para expor os brinquedos, mas também é importante ter compartimentos fechados com portas, assim a ‘bagunça’ fica toda escondida!”.

Quarto infantil com marcenaria planejada em azul, com brinquedos de decoração e o videogame sobre a mesa Outro ângulo do quarto de armários azuis planejado pelas arquitetas do Estúdio UVVA. Foto: Manu Oristanio.

Crie um espaço de estudo

O quarto é um local de descanso e brincadeiras, mas também pode servir para os estudos e as tarefas da escola. Para criar um ambiente propício para a leitura e a escrita, a recomendação é inserir uma boa mesa de leitura próxima de alguma entrada de luz natural.

Quarto planejado infantil com armários em branco e parece pintada em tons de verde e azul, com grafismos A parede em tons de verde e azul, com grafismos, é o grande diferencial desse quarto infantil planejado pelo Estúdio UVVA. Foto: Manu Oristanio.

“Busque posicionar a mesa próxima à janela, pois é mais eficaz. Além do que estudar com vista é sempre mais interessante, né?! E claro, nunca deixe de ter uma luz artificial focada, para não prejudicar a leitura”, explicam as arquitetas do Estúdio UVVA.

Espaço de estudo com iluminação abaixo do armário.Esse cantinho de estudo ganha charme com a iluminação abaixo do armário. Projeto das arquitetas Barbara Rossi, Gabriela Hipólito e Juliana Flauzino. Foto: Manu Oristanio.

Crie um espaço seguro

“Por segurança é importante usar elementos que cuidem da proteção da criança”, explicam as arquitetas. “Para a janela, indicamos usar tela de proteção e, se possível , não posicionar a cama próxima da mesma. Usar uma proteção na lateral da cama que assegura a criança de quedas enquanto dorme, ter a opção de luz indireta para maior conforto e não utilizar elementos pontiagudos para não machucar a criança”.

Quarto infantil com tons de azul, cama planejada com nichos e luminária em formato de nuvem no tetoEsse projeto do UVVA investe em um tom claro de azul e uma decoração super fofa. Destaque para a luminária em formato de nuvem no teto. Foto: Manu Oristanio.

Além disso, elas também sugerem “o uso de pisos ou tapetes que tragam conforto térmico para a criança, além de deixar espaços livres para brincadeiras!”.

 

 

Publicidade Publicidade Home

Mais Lidas