apresentado por

Electrolux

7 dicas de como montar um quarto gamer

Youtuber e gamer Alessandro Antóquio disse tudo o que você precisa para criar um set-up gamer ideal

Luzes coloridas, computadores superpotentes, mouses, teclados luminosos, sistemas de som e muito mais. Um quarto gamer requer, acima de tudo, equipamentos sofisticados que garantam o alto desempenho do jogador enquanto ele faz maratonas e grava vídeos explicando como passa de uma fase para outra nos jogos.

Alessandro Antóquio, o The Darkness das transmissões do Twitch.tv e do canal do Youtube Piores Gamers do Mundo, montou seu set-up em um espaço de sua casa, onde passa 17 horas seguidas do dia. É lá que ele, além de jogar, também faz suas lives para a Twitch.tv e os trabalhos como gerente de marketing. Ele fala sobre quais são as coisas para o quarto gamer que não podem faltar. 

Alessandro Antóquio, do canal do Youtube Piores Gamers do Mundo em seu quarto gamer

1. Não pode faltar

“Uma boa ventilação, iluminação, uma decoração legal e equipamentos de ponta são básicos necessários”, explica Alessandro. Ou seja, certifique-se de escolher um ponto do seu quarto que seja próximo de tomadas ou tenha possibilidade de instalação de uma e, também, tenha lugar para um ventilador ou ar-condicionado. “Eu abro a cortina e as janelas todos os dias. Mas não vivo sem ar-condicionado, pois os pcs, monitores e luzes esquentam muito”.  

2. Quanto mais luzes, melhor

De preferência, coloridas. Elas vão estar no mouse, no teclado, atrás do monitor, no computador e funcionam como boas ideias de decoração.  “As luzes RGB (LED) são somente uma questão estética. Existe a possibilidade de fazer com que parte delas reajam aos jogos através de alguns sistemas, mas poucas pessoas utilizam esse recurso. Por exemplo, se você (no jogo) está debaixo d'água, as luzes ficam azuis, se você leva um tiro elas piscam de vermelho, se tem fogo, ela fica amarela e assim por diante. Mas, a maioria serve mesmo para o usuário customizar seu canto como quiser, deixando o espaço e os equipamentos mais bonitos e personalizados”, conta Alessandro.

3. Monte sua máquina


Os computadores dos gamers não são computadores comuns de uso em escritórios. Eles possuem placas de vídeo especiais que permitem que o jogo rode sem travar e com um espaço muito grande de memória. No caso de Alessandro, ele monta suas próprias máquinas há mais de 15 anos, como é muito comum nesse meio.

“Entre os gamers acho que a metade costuma montar o próprio computador e quem não monta conhece alguém que faça isso”, diz ele. Entre os gamers ter um equipamento montado por si próprio acaba sendo um cartão de visitas e demonstra o quanto se conhece de tecnologia. 

4. Um, dois ou três computadores num lugar só


É muito comum, no mundo dos gamers, ter mais de um computador e, com isso, mais de um monitor. Ter várias máquinas permite que o gamer faça várias coisas ao mesmo tempo.

“Aqui, uso um PC para rodar os jogos, o outro para executar o streaming da live da Twitch.tv, minhas gravações e etc. Usando dois PCs, o poder do hardware é dividido em duas máquinas, aumentando a performance de cada uma separadamente. Quanto aos monitores, tenho três: utilizo um para o jogo, um para controlar as transmissões e o outro para ler o chat das lives e ver o retorno da transmissão em tempo real”, explica o gamer.


Um canto na casa do gamer Alessandro Antóquio se tornou o local ideal para montar o seu set-up
Um canto na casa do gamer Alessandro Antóquio se tornou o local ideal para montar o seu set-up

 5. Muito mais do que uma poltrona, uma cadeira gamer

Passar quase o dia todo sentado em uma cadeira não é exatamente o sonho de conforto que se vê por aí, certo? Mas os gamers driblam muito bem esse contratempo com cadeiras gamers especiais, feitas exatamente para quem vai passar muito tempo sentado.

”Quando jogamos, mudamos de posição o tempo todo sem perceber e, no fim de uma jogatina, quem sente são as costas e pernas”, diz Alessandro. Portanto, as cadeiras gamers possuem desenho anatômico e acabamentos coloridos que podem ser personalizadas para parecerem carros de corrida. “É bom que a poltrona tenha ajuste de altura e consiga abraçar o corpo do gamer para mantê-lo na posição correta durante todo o uso”.

6. Jogue sem incomodar os outros

Segundo Alessandro, o isolamento acústico vai ajudar em duas situações de alguém que joga muito:  
1. Se o gamer jogar por diversão, o isolamento acústico funciona para não incomodar os vizinhos e outros moradores da casa. Assim, ele poupa os outros do barulho de uma sequência de tiros e carros acelerando ou, então, de comemorações animadas de quem passou de fase.

2. Se for alguém que também faz lives, gravações, além do isolamento, pode ser legal um tratamento acústico para evitar eco, reverberação e outros sons indesejados durante as gravações

7. Exiba sua coleção

Com o combo nerd estão também os toys, bonequinhos de personagens dos video-games, séries e filmes. Exibir a coleção é uma ideia que pode ajudar a decorar o quarto. Ao redor do seu set-up, Alessandro tem bonecos dos Tartarugas Ninja, de Stan Lee, Batman, Robin, Pinguim, estátuas do Resident Evil e vários outros, “Basicamente tudo o que eu não tive quando criança”, brinca ele.

 

> Quer ver mais ideias interessantes? Nesse vídeo revelamos dicas especiais para decorar quarto de adolescente.

Veja mais relacionados

    Produto 1
    Quarto

    Acabou a bagunça: 5 dicas de como organizar o quarto

    Produto 1
    Quarto

    Mude o décor no fim de semana: 7 dicas simples para decorar o quarto

    Produto 1
    Quarto

    Vale a pena ter frigobar no quarto?

Publicidade Publicidade Home

Mais Lidas