apresentado por

Electrolux

Homepedia
Muito além do design, existem outras diferenças entre o fogão e o cooktop. Se você está pensando em mudar, Hom

Vai trocar o fogão tradicional pelo cooktop? Veja o que muda

Muito além do design, existem outras diferenças entre o fogão e o cooktop. Se você está pensando em mudar, Homepedia preparou um conteúdo especial para você

Seja por uma mudança de residência, reforma da cozinha ou para deixar o ambiente mais moderno é comum encontrar pessoas que estão deixando o fogão convencional e optando pelo uso do cooktop. Além do design, existem outras diferenças entre os dois eletrodomésticos, como a fonte geradora de calor, por exemplo. Se você está pensando em trocar o fogão pelo cooktop, veja a seguir a quais aspectos você precisa se atentar.

Pessoa cozinha utilizando cooktop à gás

Mudança de estrutura

Uma forma de entender o que é um cooktop é pensar em um fogão que conta apenas com a parte superior e, portanto, sem a estrutura do forno. Esse tipo de aparelho costuma ser utilizado em cozinhas planejadas, que tenham pouco espaço, ou para quem está em busca de uma decoração mais moderna para o ambiente.

O fogão convencional é composto por uma estrutura superior onde estão localizados os acendedores e um forno. Logo, se você decidiu trocar o fogão pelo cooktop é preciso considerar que esse eletrodoméstico não tem forno, e pode ser necessário adquirir um forno de mesa ou de embutir à parte.

bancada

Quem for trocar o fogão convencional pelo cooktop precisa se atentar ao local em que o aparelho será instalado. O ideal é que ele seja colocado sobre uma bancada plana, que tenha mais de 5 cm de espessura. O material da bancada precisa ser resistente a temperaturas elevadas. Logo, é importante que ela seja feita de aço inox ou granito. Ou então instalá-lo sobre uma ilha no meio da cozinha, se houver espaço. 

Caso sua preferência seja por um cooktop a gás, o ideal é que o ponto de saída fique ao menos 30 cm distante de outras tomadas e no mínimo 1m de distância do cooktop. Essa medida de segurança ajuda a evitar acidentes. 

Tipos de cooktop

Quem está à procura de um cooktop para substituir o fogão convencional tem a opção de escolher qual fonte de geração de calor mais se adequa à sua necessidade. 

Cooktop a gás

Esse modelo de cooktop é bem semelhante ao fogão convencional, pois necessita de uma fonte de gás para funcionar. Sendo assim, ele pode ser ligado a uma tubulação de gás convencional ou gás natural. Além disso, o cooktop a gás faz uso da energia elétrica apenas no momento de ligar os acendedores, dessa forma não haverá um impacto muito grande na sua conta de luz. 

Se você está em busca de um modelo assim, o Cooktop a Gás 5 Bocas KE5TP pode ser uma boa opção. Com acendimento automático, o aparelho pode ser instalado para funcionar tanto com gás de botijão como gás encanado. Além disso, ele possui queimadores de diferentes tamanhos e potências, proporcionando assim uma maior flexibilidade no preparo dos alimentos. 

Mulheres cozinham em cooktop à gás em ilha de concreto na cozinha

Cooktop elétrico

O cooktop elétrico usa apenas eletricidade para funcionar, dispensando o uso de gás. Ele  conta com recursos que aceleram o cozimento do alimento e funciona através de uma resistência. Com o timer, no qual é possível programar o período de preparo de cada prato, sem que haja risco de queimar o alimento; pois o aparelho interrompe a condução de calor até a panela, assim que o tempo de preparo termina.

Cooktop por indução

O  cooktop por indução funciona à base do eletromagnetismo. De acordo com Paulo Bettega, jaa, debaixo do vidro é gerado um campo eletromagnético que induz (daí o nome indução) uma corrente diretamente na panela. “Essa corrente movimenta os elétrons da panela, gerando calor. Ou seja, é a panela que acaba por aquecer o vidro, e não o contrário”, finaliza.

Quem busca uma opção mais moderna e segura para preparar os alimentos pode se beneficiar do cooktop por indução. O grande diferencial desse modelo é o acendimento: as bocas só acendem quando estiverem com uma panela sobre ela, trazendo mais segurança para sua cozinha. 

frigideira com camarões sobre cooktop de indução

Panelas para cooktop 

Quem pretende trocar o fogão convencional para o cooktop também precisa considerar a necessidade de mudar as panelas. Cooktops elétricos combinam com panelas de fundo plano de ferro, aço ou inox. 

Já os cooktops de indução necessitam de panelas com fundo eletromagnético. Para saber se as panelas que você tem em casa possuem essa especificidade, basta colocar um imã no fundo da panela, se houver atração, essa panela pode ser utilizada no cooktop de indução. Também é possível escolher as panelas feitas de ferro fundido, aço inox ou fundo triplo. 

panela de cerâmica infinite amplicook de Electrolux sobre cooktop de indução

Existem também a opção de algumas panelas de alumínio que funcionam nesse fogão, mas é preciso prestar muita atenção e ver se elas são, de fato, indicadas de acordo com o fabricante.

Tamanho do cooktop

Assim como existem fogões com diferentes quantidades de acendedores, também há cooktops que seguem a mesma lógica. O primeiro passo que você precisa prestar atenção ao adquirir um cooktop é o espaço onde ele será instalado, para que não ocorram problemas futuros. 

Família cozinha frango em cooktop por indução

Se atentar à quantidade de bocas disponíveis no cooktop também é uma forma de evitar imprevistos. Caso você não tenha o hábito de cozinhar diariamente ou divide a casa com mais uma pessoa, uma boa opção é escolher um cooktop com 2 ou 3 bocas, ideal para cozinhas menores e para quem costuma preparar refeições práticas e rápidas. Já se o morador gosta de investir um tempinho a mais no preparo dos alimentos, pode optar pelo tradicional de 4 bocas para ter mais opções de queimadores para as panelas. 

Porém se você tem uma família grande, é possível que um cooktop de 5 bocas seja o mais indicado para a sua necessidade, pois ele terá espaço para o preparo de mais de uma receita ao mesmo tempo. O mesmo acontece com o cooktop de 6 bocas, que é ideal se você costuma ter uma rotina intensa na cozinha. 

Veja os últimos lançamentos para sua casa